sexta-feira, 25 de junho de 2010

Aluna atropela instrutora e cai com carro em rio

Uma aluna de autoescola perdeu o controle do veículo, atropelou a instrutora e caiu com o carro no rio Piracicaba no dia 07/06, quando praticava a baliza para o exame de habilitação.

Socorrida por uma jovem, aluna de outra autoescola, que a tirou do rio, a condutora Sueli Oliveira Cândido, 27, foi levada à emergência do Hospital Unimed, onde permaneceu em observação por ter batido a cabeça no vidro do carro. A instrutora, Giselda Duracenko, 30, foi socorrida ao Hospital dos Fornecedores de Cana (HFC), com lesão na bacia e permanecia em observação, com possibilidade de passar por cirurgia.

Era por volta das 14h30 e instrutores que também trabalhavam no local (início da avenida Cruzeiro do Sul, próximo à ponte do Morato), disseram que é provável que a aluna tenha se confundido com os pedais do veículo, um Gol branco modelo 2009, e perdido o controle ao dar marcha-a-ré.

De acordo com Danilo Teles, da Autoescola Relâmpago, Sueli havia feito entre 10 e 15 aulas práticas de direção e estava em treinamento de baliza. “Para o exame, é exigido que o aluno faça a baliza sozinho, por isso a instrutora estava do lado de fora do carro. É uma prática comum”, disse.

Teles informou que a empresa dará todo o suporte necessário à aluna e à profissional, incluindo acompanhamento psicológico.

Ele disse também que em 43 anos de existência da autoescola, essa foi a primeira ocorrência de um acidente envolvendo um instrutor da empresa.

OBSERVAÇÃO. Dois homens que estavam sentados à margem oposta do rio no momento do acidente, contaram que a condutora foi salva por uma aluna de outra autoescola, que mergulhou no rio e tirou Sueli de dentro do veículo, totalmente submerso e com as rodas para cima. Ela foi auxiliada por um jovem que passava pelo local e foi até o barranco. “Por sorte, a moça que dirigia o carro estava sem cinto, senão tinha morrido afogada”, contou um dos homens, que preferiu não se identificar.

Ainda segundo ele, a condutora já estaria tentando abrir a porta do passageiro para sair do carro afundado, já que a porta ao seu lado estava trancada pelo fundo do rio, mas seu nervosismo a impedia de conseguir.

Instrutores de diversas autoescolas e pessoas que passavam pelo local, acompanharam o trabalho dos bombeiros, que tiveram que mergulhar na água fria para o resgate do veículo.




Fonte: Cosmo

Um comentário:

Ellen Lacerda (Elinha) disse...

Cade vc? Sumiu!
Estou sentindo falta!
xero!